PEZ Blog

8.2.17

AS "ERAS" DA PEZ

Na banda-desenhada, é conhecido por qualquer coleccionador que as edições encaixam numa determinada Era, desde a de ouro até aos tempos modernos. Essas Eras, definidas por períodos de grande mudança, foram iniciadas aquando da primeira banda-desenhada do Super-Homem, em 1938, tendo a primeira terminado com a criação de uma entidade reguladora nos inícios dos anos 50, a "Comics Code Authority", o que levou diversas editoras à falência. A esse tempo da BD, chamou-se a Era dourada. Por este e outros motivos nas seguintes, a Era de Ouro situou-se de 1938 a 1956, a Era de Prata de 1956 a 1970, a Era de Bronze de 1970 a 1985 e desde esse mesmo ano, até aos dias de hoje - a Era Moderna. Isto seria possível, se se tratasse de PEZ? :-) Em termos de motivos, não. Porque a história da empresa não envolve mudanças com outros, mas com ela mesma. Desta forma, podemos tentar por diversão encontrar a "Era PEZ" e a verdade é que parece encaixar como uma luva, nas Eras definidas para a banda-desenhada! Desta forma, pezilla blog definiu estes "pontos-chave":

1927 / 1948 - "Era de Ouro" - Período desde a criação da PEZ até ao ano antes da invenção do primeiro dispensador, o Regular. Este, é um tempo dedicado ao doce PEZ.

1949 / 1970 - "Era de Prata" - Período que marca a invenção do primeiro dispensador Regular, passando pelos "Full Body" - Robot e Santa Claus, pela primeira cabeça em dispensador - a Witch e seguintes personagens licenciados, assim como próprios da empresa, incluindo a Space Gun de 1956.

1971 / 1983 - "Era de Bronze" - Período da criação do primeiro dispensador de cabeça com personagem inteiro - o Hippo. Cerca do mesmo ano o "grande" dispensador com pequenas peças de encaixe - o Make-A-Face, passando pelas "Rubber Heads" e o primeiro "Truck", tendo este último mudado a posição dos dispensadores PEZ habituais. Voltou a ser introduzido a Space Gun em 1982, a qual saiu do mercado após um curto período.

1984 / "Era Moderna" - Introdução do "Feet" nos dispensadores.

Imagem do dispensador momopez / Johann Pühringer

Nenhum comentário:

Postar um comentário